Usina siderurgica Ternium Brasil

From Global Energy Monitor

[English]

Este artigo faz parte do Portal Energético para a América Latina de Global Energy Monitor.

Usina siderúrgica Ternium Brasil é uma usina siderúrgica integrada no Rio de Janeiro, Brasil.[1]

Localização

O mapa abaixo mostra a localização da usina no Distrito Industrial de Santa Cruz do Rio de Janeiro, Brasil.

Loading map...

Histórico

A siderúrgica Ternium Brasil era originalmente um projeto da Companhia Siderúrgica do Atlântico Sul (CSA), uma joint venture entre o grupo siderúrgico alemão ThyssenKrupp (73% do capital) e a multinacional mineradora brasileira Vale (27%), que deveria fornecer ferro para a planta.[2]

Localizada no distrito industrial do Rio de Janeiro entre a Base Aérea de Santa Cruz e o Rio São Francisco, a usina foi inaugurada em 2010, com o primeiro alto-forno entrando em operação em julho e o segundo em dezembro desse ano.[3]

A usina CSA teve problemas desde o início, incluindo estouros do orçamento, aumento nos preços do minério de ferro, queda nos preços do aço e taxas de câmbio voláteis. Além disso, os proprietários da usina foram citados por inúmeras violações ambientais. Em 2012, apenas dois anos após a inauguração da usina CSA, a ThyssenKrupp anunciou planos de vendê-la..

Em 2016, com os preços do aço ainda caindo e o Brasil em meio a uma recessão profunda, a Vale vendeu sua participação de 27% para a ThyssenKrupp, mantendo seus direitos de vender minério de ferro para a usina.[4] Um ano depois, o grupo Ternium comprou o complexo siderúrgico CSA por € 1,5 bilhão, supostamente resultando numa perda de € 8 bilhões para a ThyssenKrupp.[5][6][7]

A planta, hoje com o nome de Ternium Brasil, tem capacidade para produzir 5 milhões de toneladas de aço por ano. É especializada em chapas de aço para clientes no Brasil, México, Estados Unidos e Europa, com foco especial nos setores de construção naval, automotivo, óleo e gás, máquinas, eletrodomésticos e energia. O complexo industrial de 10 milhões de m² no entorno da usina compreende um porto privado na Baía de Sepetiba, um ramal ferroviário e uma termelétrica de 490 MW movida a gases do processo siderúrgico.[1][8]

Impacto ambiental

Os proprietários da usina foram acusados de uma série de violações ambientais que datam de mais de uma década.[2]

Em 2007, as operações de dragagem associadas à construção da usina desalojaram metais pesados da Baía de Sepetiba, provocando protestos de pescadores locais. No mesmo ano, o Ibama multou a ThyssenKrupp em R $ 100 mil por retirada ilegal de 2 hectares de mangue. As notícias desses eventos criaram relações públicas ruins para a ThyssenKrupp na Alemanha, onde a empresa tem a sua sede.[7]

Em 2012, os proprietários da usina foram multados em R $ 10,5 milhões pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e pelo Instituto Estadual do Meio Ambiente, por descumprimento de regulamentações e danos causados aos moradores da Baía de Sepetiba por partículas tóxicas. A empresa também teve que pagar multas de R $ 1,8 milhão em agosto de 2010 e R $ 2,8 milhões em janeiro de 2011, e investir R $ 14 milhões na construção de um posto de saúde, medidas de controle de enchentes e indenizações para pescadores locais.[9]

Detalhes da usina

Artigos e recursos

Referências

  1. 1.00 1.01 1.02 1.03 1.04 1.05 1.06 1.07 1.08 1.09 1.10 "Conheça a Ternium Brasil e a nossa produção de aço". Ternium. Retrieved 2020-07-29.
  2. 2.0 2.1 "Companhia Siderúrgica do Atlântico – Impactos e Irregularidades na Zona Oeste do Rio de Janeiro" (PDF). PACS (Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul). November 2009.
  3. 3.0 3.1 "CSA inicia pré-operação de 2º alto-forno nesta sexta-feira". Terra. December 17, 2010.
  4. 4.0 4.1 "Brazil's Vale to Sell Stake in CSA Steel Plant to ThyssenKrupp". Wall Street Journal. April 4, 2016.
  5. "Thyssenkrupp ends costly Americas venture with CSA sale to Ternium". Reuters. February 22, 2017.
  6. 6.0 6.1 6.2 "Ternium compra CSA por 1,5 bilhão de euros". Diário do Aço. February 22, 2017.
  7. 7.0 7.1 "Como a ThyssenKrupp fez no Brasil um dos piores negócios da indústria alemã". Terra. February 24, 2017.
  8. "Inaugurada a Companhia Siderurgica do Atlantico em Santa Cruz". Diário do Rio de Janeiro. June 18, 2010.
  9. Ternium Brasil, Wikipedia, Retrieved on: July 18, 2020
  10. "Ternium S.A. Form 20-F (p. 97)" (PDF). United States Securities & Exchange Commission. April 16, 2019.
  11. "Form 6-K Ternium S.A." United States Securities & Exchange Commission. February 14, 2020.
  12. 12.0 12.1 "Ternium". Instituto Aço Brasil. Retrieved 2020-07-18.
  13. 13.0 13.1 13.2 "Pocket Yearbook 2020: A Siderurgia em Números" (PDF). Instituto Aço Brasil. 2020.
  14. "2020 AIST Basic Oxygen Furnace Roundup". AIST (Association for Iron & Steel Technology). Retrieved 2020-09-14.
  15. 15.0 15.1 "Conheça a maior planta industrial do Rio de Janeiro: Visita Técnica". Ternium. Retrieved 2020-09-14.

Recursos externos

Artigos externos

Esta página usa material da página da Wikipedia https://br.ternium.com/pt/nossa-empresa conforme disposto em Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.