Usina Siderúrgica de Tubarão

From Global Energy Monitor

[English]

Este artigo faz parte do Portal Energético para a América Latina de Global Energy Monitor.

Usina Siderúrgica de Tubarão, também conhecida como Usina ArcelorMittal Tubarão, é uma usina siderúrgica integrada em Serra, Espírito Santo, Brasil.[1]

Localização

O mapa abaixo mostra a localização da usina em Serra, Espírito Santo, Brasil.[1]

Loading map...

Histórico

A siderúrgica de Tubarão foi fundada originalmente em junho de 1976 como a estatal Companhia Siderúrgica de Tubarão (CST).[2] A CST começou a produzir aço em novembro de 1983, quando o primeiro alto-forno da planta foi aceso, e acabou expandindo sua capacidade de produção anual para 7,5 milhões de toneladas com a adição de mais dois altos-fornos em 1998 e 2007.[3]

Após ser privatizada em 1992, a usina de Tubarão foi adquirida pela Arcelor em 2004 e se tornou uma divisão do recém-criado grupo siderúrgico global ArcelorMittal em 2006.[3][4]

A ArcelorMittal Tubarão fabrica produtos de aço plano - principalmente chapas e bobinas laminadas a quente - para o mercado nacional e internacional. Suas instalações estão distribuídas em 13,5 milhões de m², sendo 7 milhões de m² dedicados à própria siderúrgica. A empresa possui terminal próprio de produtos siderúrgicos no porto de Praia Mole, além de boas ligações ferroviárias e rodoviárias aos estados brasileiros vizinhos.[1]

A planta da ArcelorMittal Tubarão reaproveita gases de seu processo siderúrgico para geração de energia elétrica; de acordo com relatórios da empresa, a usina é autossuficiente em energia desde 1999, gerando aproximadamente 115% de suas próprias necessidades de energia.[1][5]

Em dezembro de 2019, a ArcelorMittal Tubarão concluiu o revestimento de seu alto-forno nº 2, que estava temporariamente paralisado devido às condições de mercado.[6]

Detalhes da usina


Artigos e recursos

Referências

  1. 1.00 1.01 1.02 1.03 1.04 1.05 1.06 1.07 1.08 1.09 1.10 1.11 "Unidade Tubarão | ArcelorMittal". ArcelorMittal Brasil. Retrieved 2020-07-18.
  2. "Companhia Siderurgica de Tubarao (CST): due diligence report". Infospectrum. Retrieved 2020-09-16.
  3. 3.0 3.1 3.2 "Sumário - A ArcelorMittal Tubarão no Espírito Santo". ArcelorMittal. 2017.
  4. "The evolution of ArcelorMittal". ArcelorMittal. Retrieved 2020-09-16.
  5. "Gestão de Energia e Mudanças Climáticas". ArcelorMittal Brasil. Retrieved 2020-09-15.
  6. 6.0 6.1 6.2 6.3 "2019 Factbook" (PDF). ArcelorMittal. 2019.
  7. "Maintaining our position as a trusted community brand | ArcelorMittal". ArcelorMittal. Retrieved 2020-07-18.
  8. "USGS Minerals Yearbook: Brazil" (PDF). USGS. 2015.
  9. 9.0 9.1 "Pocket Yearbook 2020: A Siderurgia em Números" (PDF). Instituto Aço Brasil. 2020.
  10. "ArcelorMittal Tubarão: 32 anos". Folha Diaria. December 10, 2015.
  11. "2020 AIST Basic Oxygen Furnace Roundup". AIST (Association for Iron & Steel Technology). Retrieved 2020-09-14.

Recursos externos

Artigos externos

Esta página usa material da página da Wikipedia https://pt.wikipedia.org/wiki/ArcelorMittal_Tubar%C3%A3o conforme disposto em Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.