FSRU de Tepor Macaé

Fonte: Global Energy Monitor
(Redirecionado de Terminal de GNL Tepor Macaé)

[English] • [español]

Esta página faz parte do Portal Energético para a América Latina de Global Energy Monitor.
Páginas relacionadas:

A FSRU de Tepor Macaé é um terminal de GNL proposto no estado do Rio de Janeiro, Brasil.

Localização

O terminal proposto estará localizado dentro do complexo portuário Tepor Macaé, a nordeste da cidade de Macaé no estado do Rio de Janeiro, Brasil.[1]

Loading map...

Detalhes do projeto

  • Patrocinadora: Eneva, EBTE Engenharia[2][3]
  • Proprietária: Eneva (65%), Grupo Vale Azul Participações (35%)[4][5]
  • Empresa-mãe: Eneva [65%]; Grupo Vale Azul Participações [35%]
  • Localização: Macaé, estado do Rio de Janeiro, Brasil
  • Coordenadas aproximadas: -22,323277, -41,723130
  • Capacidade: 21 milhões de metros cúbicos por dia[1][5]
  • Situação: Proposto
  • Tipo: Importação
  • Ano de início:
  • Financiamento:

Observação: mtpa = milhões de toneladas por ano; bcfd = bilhões de pés cúbicos por dia

Histórico

O terminal Tepor Macaé faz parte do novo e gigante complexo do Terminal Portuário de Macaé, proposto originalmente pelo Grupo EBTE Engenharia[3], uma subsidiária do Grupo Vale Azul Participações.[2]

O projeto do porto Tepor recebeu sua licença prévia, em novembro de 2019, do INEA (Instituto Estadual do Meio Ambiente) do estado do Rio de Janeiro.[1] Os planos abrangem um porto multiuso que fornecerá uma variedade de serviços de processamento, armazenamento e transporte de petróleo e gás, incluindo uma FSRU (unidade flutuante de abastecimento e regaseificação) com capacidade de 21 milhões de metros cúbicos por dia e uma área reservada para tanques de armazenamento de GNL.[1][5][6] A construção do novo complexo portuário originalmente tinha seu início previsto para 2021.[7] Entre os clientes potenciais para o terminal de GNL estão oito usinas termelétricas na área de Macaé: a Usina Termelétrica Norte Fluminense de 827 MW já em operação da EDF; a Usina Termelétrica Marlim Azul de 565 MW que está atualmente em desenvolvimento pela Pátria Investments, Shell e Mitsubishi Hitachi Power Systems[3][8]; as usinas termelétricas Vale Azul II e III, ambas já licenciadas com uma capacidade total de 1240 MW, e as usinas propostas Lito 1, Lito 2, Lito 3 e Lito 4, com uma capacidade combinada de 5275 MW.[1]

A partir de julho de 2021, o Terminal Tepor Macaé continuava listado pelo governo brasileiro como projeto ativo em fase de licenciamento, ainda aguardando decisão final de investimento.[9][10]

Em setembro de 2021, a grande empresa brasileira de energia Eneva anunciou que havia assinado um acordo com o Grupo Vale Azul dando à Eneva direitos exclusivos de negociação do projeto até dezembro de 2022 e direitos preferenciais até o final de 2024.[4][11] O negócio, que ainda está sujeito a estudos de viabilidade técnica e financeira, inicialmente concederia à Eneva uma participação de 65% na joint venture, com a Vale Azul Participações detendo os 35% restantes.[4] Sob o acordo, a Eneva retém o direito de assumir 100% de propriedade do projeto a seu critério a qualquer momento entre janeiro de 2023 e dezembro de 2024.[4][12]

Artigos e recursos

Referências

  1. 1.0 1.1 1.2 1.3 1.4 "Terminais de GNL no Brasil (pp 24-25)" (PDF). EPE (Empresa de Pesquisa Energética). October 2020.
  2. 2.0 2.1 "Eneva anuncia compra do Tepor". O Debate, Diário de Macaé. September 23, 2021.
  3. 3.0 3.1 3.2 "Terminais de Regaseificação de GNL no Brasil: Panorama dos Principais Projetos (pp 23-24)" (PDF). EPE (Empresa de Pesquisa Energética). August 30, 2019.
  4. 4.0 4.1 4.2 4.3 "Eneva assume controle do novo porto de Macaé | Diário do Porto". Diário do Porto. September 28, 2021.
  5. 5.0 5.1 5.2 "Informações do Licenciamento: TEPOR Terminal Portuário de Macaé Ltda". INEA (Instituto Estadual do Ambiente). November 5, 2019.
  6. "Tepor Macaé requer licença ambiental ao INEA". O Debate - Diário de Macaé. October 14, 2020.
  7. "Tepor Macaé: Adiado o início das obras para início de 2021". O Debate - Diário de Macaé. May 16, 2020.
  8. "Brazil prepares for a new phase of investments in LNG terminals". LNG Latin America and the Caribbean. Retrieved 2021-04-24.
  9. "PITER (Plano Indicativo de Terminais de GNL)" (PDF). EPE (Empresa de Pesquisa Energética). July 2021.
  10. "PITER 2021: Indicative LNG Terminals Plan" (PDF). EPE (Empresa de Pesquisa Energética). October 2021.
  11. "Brazil's Eneva, Servtec to partner on proposed Maranhao LNG terminal". S&P Global. November 22, 2021.
  12. "Eneva vai administrar novo terminal portuário de Macaé". Jornal Terceira Via. April 8, 2022.