Perfil energético – El Salvador

Fonte: Global Energy Monitor

[English][español]

Esta página faz parte do Portal Energético para a América Latina de Global Energy Monitor.
Páginas relacionadas:

Matriz de combustível (combustíveis fósseis versus renováveis)

Fonte: IRENA

Os combustíveis fósseis importados representaram a maior parte do fornecimento total de energia de El Salvador em 2019, seguidos por contribuições menores de biocombustíveis, hidrelétrica, geotérmica e solar.[1][2]

Metas de emissões de gases de efeito estufa

Durante o período de 2015 a 2017, as emissões de combustíveis fósseis em El Salvador aumentaram de 1,17 para 1,23 toneladas métricas per capita.[3] El Salvador é um dos países mais vulneráveis do mundo aos efeitos das mudanças climáticas, o que influenciou suas contribuições para o Acordo de Paris sobre o Clima.[4][5]

Agências governamentais de energia

Ministério nacional de energia

O CNE (Consejo Nacional de Energía) é o responsável pelo plano de energia de 2020 a 2050 de El Salvador.[1]

Agências licenciadoras

As prefeituras, o VMVDU (Vicministerio de Vivienda y Desarrollo Úrbano), o MINSAL (Ministerio de Salud de El Salvador), o MICULTURA (Ministerio de Cultura), o MARN (Ministerio de Medio Ambiente y Recursos Naturales), a SIGET (Superintendencia General de Electricidad y Telecomunicaciones) e o MH (Ministerio de Hacienda) podem todos estar envolvidos no processo de licenciamento, dependendo do escopo e do tempo de vida de um projeto de energia.

Agências regulatórias

A SIGET (Superintendencia General de Electricidad y Telecomunicaciones) é a responsável pela regulamentação do setor de energia.

Empresas concessionárias de energia elétrica

A ETESAL (Empresa Transmisora de El Salvador) é responsável pela transmissão de energia em El Salvador. O CRIE (Comisión Regional de Interconexión Eléctrica) é responsável pela regulamentação regional de eletricidade na América Central.

Companhia petrolífera nacional

El Salvador não tem uma empresa nacional de petróleo.

Principais empresas de energia

Em 2018, 45,9% de toda a geração de energia em El Salvador era estatal.[1] A CEL (Comisión Ejecutiva Hidroeléctrica del Río Lempa) e suas subsidiárias LaGeo (geotérmica), CECSA (Compañía Eléctrica Cucumacayán) e INE (Inversiones Energéticas) são grandes empresas geradoras de energia.[1]

Dados de emprego do setor de energia

Em 2020, 22,06% do emprego total em El Salvador estava no setor industrial, que inclui mineração, pedreiras, eletricidade, gás, água e construção.[6]

Uso de eletricidade

Capacidade instalada

Fonte: IRENA

Em 2019, a capacidade elétrica instalada era de 2,2 GW.[1] O fornecimento de eletricidade para El Salvador é feito através do SIEPAC (Sistema de Interconexão Elétrica dos Países de América Central), que também se conecta a Honduras e Guatemala ao longo de uma linha central de 230 kV.[1]

Produção

O combustível fóssil foi responsável pela produção de quase um terço da eletricidade líquida em 2018, seguido pela energia hidrelétrica, geotérmica e outras energias renováveis.[1][2]

Demanda

Em 2018, 97% dos salvadorenhos tinham acesso à eletricidade.[1] No período de 1997 a 2018, a demanda anual máxima aumentou de 666 MW 1.072 MW.[1]

Fonte: IRENA

Consumo

Em 2019, o consumo total de eletricidade de El Salvador totalizou 22.833 TJ (terajoules). O setor industrial foi o maior consumidor.[1]

Carvão em El Salvador

El Salvador não produz nem consome carvão, ou seja, não importa nem exporta carvão.[1][7]

Petróleo e gás natural em El Salvador

Produção interna nacional

El Salvador não produz petróleo ou gás natural.[1]

Consumo

Em 2019, os derivados de petróleo foram responsáveis por 69,4% do fornecimento de energia de El Salvador.[1]Em 2016, El Salvador consumia 52.000 barris de petróleo por dia (0,34 galões de petróleo per capita/dia).[8]

Importações e países de origem

El Salvador importou US$ 1,14 bilhão em petróleo refinado e US$ 218 milhões em gás de petróleo (em 2019), principalmente dos Estados Unidos.[9]

Novas fontes e projetos propostos

A empresa Energía del Pacífico está atualmente desenvolvendo um ambicioso projeto de geração de GNL na costa noroeste de El Salvador, que deverá satisfazer 30% das necessidades de energia do país (quando for concluído em 2022). O projeto inclui a Pacífico Acajutla power station (a primeira usina movida a gás natural de El Salvador), com 378 MW, e a Acajutla LNG Terminal (primeira unidade flutuante de armazenamento e regaseificação da América Central).[10]

Energia renovável em El Salvador

As principais fontes renováveis de energia foram, em 2019, bioenergia (19,6%), hidrelétrica (3,5%), geotérmica (3,4%) e solar (1,1%).[1] Desde a adoção do Acordo de Paris, El Salvador priorizou fontes de energia limpa e melhorias em todo o sistema em relação à eficiência energética.[1] Os principais setores renováveis que recebem financiamento são os de bioenergia, geotérmica, hidrelétrica, solar, eólica e oceânica.[1] Em dezembro de 2020, El Salvador adotou um plano de ação para aumentar a presença de energias renováveis no país.[11]

Impactos ambientais e sociais da energia em El Salvador

El Salvador sofre vários efeitos da mudança climática, o que inclui tempestades intensas, furacões, inundações e secas.[12] O recuo dos aquíferos e a seca tiveram um impacto grande no abastecimento de água doce de El Salvador. Esse abastecimento é ameaçado mais ainda pelo deflúvio gerado pela indústria e pelas usinas de energia.[13] El Salvador impôs uma proibição total à mineração de metais em março de 2017, visando proteger os recursos hídricos periclitantes do país.[14]

  1. 1.00 1.01 1.02 1.03 1.04 1.05 1.06 1.07 1.08 1.09 1.10 1.11 1.12 1.13 1.14 1.15 "IRENA Renewable Readiness Assessment: El Salvador" (PDF). IRENA. December 2020.
  2. 2.0 2.1 "Panorama Energético de América Latina y el Caribe 2020". OLADE. November 27, 2020.
  3. "El Salvador: per capita CO2 emissions – Statista". Statista. Retrieved 2021-05-17.
  4. CDKN (2016-05-02). "Paris climate agreement - El Salvador perspective". Climate and Development Knowledge Network. Retrieved 2021-05-17.
  5. "Contribución Prevista y Determinada a Nivel Nacional de El Salvador" (PDF). Gobierno de El Salvador - Ministerio de Medio Ambiente y Recursos Naturales (MARN). November 2015.
  6. "El Salvador - Employment In Industry (% Of Total Employment) - 1975-2020 Data – 2021 Forecast". tradingeconomics.com. Retrieved 2021-05-17.
  7. "El Salvador Coal Reserves and Consumption Statistics - Worldometer". www.worldometers.info. Retrieved 2021-05-17.
  8. "El Salvador Oil Reserves, Production and Consumption Statistics - Worldometer". www.worldometers.info. Retrieved 2021-05-17.
  9. "El Salvador (SLV) Exports, Imports, and Trade Partners". oec.world. Retrieved 2021-05-17.
  10. "Invenergy, BW complete FSRU financing for El Salvador LNG-to-power". Oil & Gas Journal. May 14, 2021.
  11. "El Salvador adopts action plan to accelerate renewables uptake". Power Engineering International. 2020-12-20. Retrieved 2021-05-17.
  12. "Climate Risk Profile: El Salvador". www.climatelinks.org. Retrieved 2021-05-17.
  13. "Environmental Issues in El Salvador". Panoramas. 2019-09-23. Retrieved 2021-05-17.
  14. "El Salvador makes history as first nation to impose blanket ban on metal mining". the Guardian. 2017-03-30. Retrieved 2021-05-17.